Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As coisas de que eu gosto! e as outras...

Bem-vind' ao meu espaço! Sou uma colectora de momentos e saberes.

As coisas de que eu gosto! e as outras...

06.12.21

Mesa de Natal • Doces • Rabanadas, Fatias Douradas ou Fatias Paridas (lenda e receita)

Miluem

rabanadas_fatias_douradas.jpg

A lenda e Receita das famosas Fatias Paridas!

 

Como todas as tradições, também as Fatias de Parida têm uma lenda na sua origem. Conta-se que um mulher pobre que nada tinha para alimentar a si e ao seu filho recém-nascido para além de uns restos de pão demolhado em leite, terá tido tanto leite para amamentá-lo que ainda lhe sobrava para as outras crianças da aldeia.

 

Ingredientes

1 Cacete de pão duro

500ml Leite

500ml Água

Casca de 1 limão (previamente lavado)

150g Açúcar amarelo

3 Ovos L

2 Paus de canela

Canela em pó para polvilhar q.b.

Açúcar para polvilhar q.b.

Óleo de girassol para fritar q.b.

 

Instruções

Leve ao lume o leite com a água, a casca de limão e os paus de canela, o açúcar e deixe levantar fervura. Retire do lume quando levantar fervura, retire as cascas de limão e os paus de canela.

Corte o cacete em fatias não muito grossas. Reserve.

Parta os ovos para um prato largo, bata os ovos e reserve.

Passe o pão pelo leite quente, deixe embeber e de seguida pelos ovos e frite-as no óleo bem quente, deixe-as dourar, de seguida escorra-as e coloque-as sobre papel absorvente.

Depois de bem secas, passe-as por açúcar e canela.

 

Créditos:

Fonte e Foto: https://receitas-daquidali.blogspot.com/2020/11/a-lenda-e-receita-das-famosas-fatias.html

 

IMG_0090-1.jpg

Rabanadas Minhotas

Tempo de preparação: 01h00m / Pessoas: 6 / Receita Testada Origem: Entre Douro e Minho / Época: De Natal

Ingredientes:

1 de pão de cacete

300 gr de açúcar

15 gr de manteiga

1 de canela em pau

1 de limão - casca

2 de ovos

2 de gema(s) de ovo

q.b. de açúcar amarelo

de canela em pó

q.b. de óleo

250 gr de mel

7.50 dl de vinho tinto verde

 

Preparação:

1. Comece por cortar o cacete em fatias de 1cm de espessura, que deverá dar 10 fatias.

2. Leve ao lume o açúcar com a água a manteiga, o pau de canela e a casca de limão.

3. Deixe ferver 5 minutos.

4. Retire do lume e passe uma a uma as fatias por esta calda e ponha a escorrer numa peneira.

5. Bata as gemas de ovo com os ovos inteiros, e volte a passar as fatias de ambos os lados, e aloure-as em óleo quente.

6. À medida que se forem fritando, vão-se polvilhando com açúcar e canela, colocando-as num prato fundo.

7. À parte, dentro de um tacho misture o vinho verde, com o mel, e a canela em pó. Prove e se o vinho for muito agreste deite-lhe um pouco de açúcar.

8. Leve este preparado ao lume e deixe levantar fervura, deite de imediato sobre as rabanadas.

9. Vá virando as rabanadas para ensoparem por igual.

 

Nota:

Estas rabanadas devem ser feitas de véspera, para ficarem bem embebidas e apaladadas.

 

Créditos:

Fonte: https://viverguimaraes.blogspot.com/2007/11/rabanadas-minhotas.html

Foto: https://ncultura.pt/rabanadas-tradicionais-da-avo-3-doces-tentacoes/

 

 

Rabanadas no forno com calda de vinho do Porto

 

Créditos:

Receitas do Paraíso, YouTube

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.