Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As coisas de que eu gosto! e as outras...

Bem-vind' ao meu espaço! Sou uma colectora de momentos e saberes.

As coisas de que eu gosto! e as outras...

26.08.21

Landal, C.Rainha @ Lendas de Portugal - Lenda do Sino de Ouro - Alguber

Miluem
 
 

Alguber 1.jpg

 

Lenda do Sino de Ouro - Alguber
 
 
Segundo a tradição, a Infanta D. Maria, filha do Rei D. João III e esposa de Filipe II de Espanha, I de Portugal, padecia de uma doença e passou pela aldeia de Alguber em busca da cura para o seu mal.
 
 
Devota à Senhora de Todo o Mundo, invocava-a nas suas preces com a esperança de sarar as suas maleitas de saúde e convencida que só um milagre a curaria.
 
 
Para mostrar a sua veneração decidiu restaurar a imagem da dita santa, que já se encontrava em mau estado e para demonstrar toda a sua devoção iniciou uma novena.
 
 
O milagre concretizou-se e a Infanta livrou-se do mal que suportava e em agradecimento pelo prodígio ocorrido pediu ao seu pai El Rei D. João III que mandasse erguer uma ermida no cume da serra, dedicada a Nossa Senhora de Todo o Mundo e na qual seria colocado um sino de ouro na torre da capela. Esta Santa deu o nome à serra e o rei não só concedeu o pedido como em 1549 atribuiu a Alguber a autonomia administrativa.
 
 
Entretanto quando ocorreram as invasões francesas, esta capela foi destruída e um grupo de habitantes com receio que o sino fosse roubado pelos franceses, subiram a encosta da serra durante a noite para o esconderem.
 
 
Segundo alguns relatos o sino está debaixo das ruínas da capela, contudo há quem tenha atribuído a esta Serra o nome de Serra mal arrecadada devido a outra versão que relata que junto do sino de ouro existem mais dois sinos, um de prata e outro de peste, motivo pelo qual ninguém procura os sinos com temor de encontrar o da peste.
 
 
O paradeiro deste sino(os) tão misterioso foi levado pelo vento das palavras passadas de pais para filhos estando hoje em parte incerta.
 
 
Para além do segredo da localização do sino de ouro, é de referir que depois da destruição, também sucederam acontecimentos estranhos, quando o padre resolveu levar a imagem da Santa para a igreja do Landal (freguesia do Concelho de Caldas da Rainha) mas por diversas vezes, a Santa desaparecia da Igreja e aparecia na capela em ruínas.
 

Igreja-Matriz-do-Landal-em-Caldas-da-Rainha-450x27

Então, passaram a transportar a Santa em procissão da capela em ruínas para a igreja do Landal, onde ainda hoje se encontra.

 
 
 
 
Fotos:
 
 
 

 

3 comentários

Comentar post