Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

As coisas de que eu gosto! e as outras...

Bem-vind' ao meu espaço! Sou uma colectora de momentos e saberes.

As coisas de que eu gosto! e as outras...

09.01.22

Ilha do Faial, Açores @ Lendas de Portugal - Lenda do Vulcão do Cabeço do Fogo

Miluem

1280px-Cabeço_do_Fogo,_ilha_do_Faial,_Açores,_Po

Lenda do Vulcão do Cabeço do Fogo

 

Esta lenda fala da origem do Vulcão do Cabeço do Fogo. 

A população da freguesia era devota da fé cristã e do Santíssimo Sacramento, embora não tivesse uma boa relação com o pároco e não concordava com as suas ideias nem práticas. 

Existia um senhor muito rico e influente que tinha um filho que fora para o seminário, e queria que o seu filho voltasse para a freguesia e fosse Cura da mesma. 

Todavia, o bispo assim não o permitiu.

Contrariado o senhor ficou irritado com a situação e reuniu os seus empregados e a população da freguesia para arquitetar um plano contra o padre de forma a expulsa-lo da freguesia. 

Decidiram lançar fogo á igreja quando o Padre tivesse a celebrar missa, para que ele, o sacristão e a igreja ardessem.

Prepararam tudo, puseram madeiras e outras lenhas inflamáveis em redor da igreja, para que á hora da missa tudo se consumasse. 

No entanto o sacristão soube do plano, avisou o padre e fugiram secretamente da freguesia para o lado sul, em direção á Ribeira do Cabo, levando consigo o Santíssimo Sacramento.

A população pensando que o padre estava no interior da Igreja da Freguesia lançou fogo à Igreja e observava a chamas a consumir a igreja. 

Quando o padre e o sacristão chegaram ofegantes ao Alto da Ribeira do Cabo, sentaram-se a descansar e o sacristão olhou para trás, para espreitar o que se passava. 

Lá do alto via as chamas a devorarem a igreja e ouviu-se um estrondo muito forte. 

Continuaram o seu caminho e quando ultrapassaram o Alto da Ribeira do Cabo, e após o estrondo abriu-se uma fenda no região do Goulart, onde passava a família do senhor com os seus servos, os quais foram engolidos pela mesma fenda, nunca mais se ouvindo falar dos mesmos.

Nesse mesmo momento o Vulcão do Cabeço Fogo rebentou e destruiu a freguesia da Praia do Norte. 

Para a população este foi um sinal da ira dos Céus, visto que eles tinham tentado queimar o padre vivo e a igreja. 

A população dispersou-se e a freguesia foi extinta durante 200 anos.

 

Créditos:

Fonte: https://freguesiapraiadonorte.com/lendas/

Foto: https://pt.wikipedia.org/wiki/Vulc%C3%A3o_do_Cabe%C3%A7o_do_Fogo