Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

As coisas que eu gosto! E as outras...

Este é o meu espaço, nele partilho as minhas fotos amadoras, as coisas que aprendi e vou aprendendo.

As coisas que eu gosto! E as outras...

Este é o meu espaço, nele partilho as minhas fotos amadoras, as coisas que aprendi e vou aprendendo.

18
Out19

desafio de escrita dos pássaros #6 + "O Amor, um r/c … e um frigorífico"

Miluem

Foto: https://y.cdrst.com

 

O Amor, um r/c… e um frigorífico

 

Leonardo e Fernando conheciam-se desde sempre, as suas famílias eram amigas e vizinhas.

 

Sempre foram mais introspetivos e solitários do que os seus irmãos e irmãs, gostavam dos seus jogos e brincadeiras, mas apreciavam mais a companhia um do outro e a observação de aves e insetos.

 

Na adolescência, a amizade de crianças sem que se apercebessem, foi dando lugar a outro sentimento, tal como a metamorfose pela qual a borboleta passa antes de ganhar as suas belas asas.

 

Terminaram o ensino secundário e entraram na faculdade sempre unidos, mas existia uma espécie de acordo tácito sobre um tema a evitar, Amor!

 

Falavam de amigos e amigas, das saídas, das brincadeiras, mas mais nada.

 

Até que um dia, não conseguiram reprimir o Amor puro que há muito sentiam um pelo outro.

 

Não sem receio das consequências, assumiram esse amor perante as famílias, não havia razão para o esconder, não era vergonhoso, eram duas pessoas decentes que se amavam, o destino apenas quis que tivessem nascido do mesmo sexo.

 

O pai de Leonardo, que conhecia muito bem todos os seus filhos, já há muitos anos intuía que Fernando passaria também a fazer parte da sua família e recebeu-os de braços abertos.

 

Já o pai de Fernando ficou escandalizado quando ele levou Leonardo a casa para junto falarem sobre o seu amor, para ele, era uma vergonha ter um filho #?# como é que ia enfrentar os colegas de trabalho? E no café? E a vizinhança? Ou Fernando se deixava daquelas “maluquices” ou podia esquecer a família!

 

A chorar Fernando reuniu as poucas coisas que tinha deixado em casa e partiu na companhia de Leonardo.

 

Estavam ambos a estudar, o pai de Leonardo dava uma mesada, mas também não tinha posses para aumentar o valor.

 

Tinham que arranjar uma casa mais barata, e pequenos trabalhos, era muito importante conseguirem terminar o curso.

 

Felizmente conseguiram um r/c pequeníssimo com um quarto onde mal cabia a cama, a casa de banho era do mais estranho que tinham visto.

 

Eram muito felizes viviam o seu amor!

 

P.S. Só faltava uma coisinha na casa:

Um frigorífico, aí seria …

 

69799557_103648321015674_4062285956680515584_n.png

 

 

Para esta semana, o tema é:
Escreve uma história romântica baseada no clássico "O Amor, uma cabana… e um frigorífico"

 

 

comentar