Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As coisas de que eu gosto! e as outras...

Bem Vind' ao meu espaço! Sou uma colectora de momentos e saberes.

As coisas de que eu gosto! e as outras...

29.01.21

Haja paciência

Miluem

Hoje de manhã, num programa de rádio, o tema era covid, as vacinas, a vacinação de políticos e francamente não sei se mais alguma coisa.

O programa tinha participação dos ouvintes que manifestavam a sua opiniao sobre o assunto.

Numa das intervenções lá vêm à baila os partidos: .... o sr. tal (o participante anterior) ... deve ser ser do partido tal ... precisa de limpar os ouvidos ...

 

Caros concidadãos,

O Covid-19, declara que não tem o nome que tem por escolha própria.

Declara ainda que:

Não tem raça, credo nem partido político.

Não é esquisito com o hospedeiro, serve qualquer um que esteja "à mão de semear".

Está em permanente evolução para não deixar ninguem de fora.

 

 

Para quem tem saúde e está farto de estar em casa sem fazer nada, tenho uma sugestão.

Em vez de andar a desobedecer à Lei e a fazer figuras tristes a fugir à Polícia e a esconder-se em condutas de água, em sótãos e casas de banho.

Que tal contactar a Junta de Freguesia para saber que Associações estão a prestar assistência gratuíta às pessoas que não podem sair de casa e oferecer-se como voluntário?

 

28.01.21

Analfaburra

Miluem

Como diz a minha amiga A.O. cada vez estou mais Analfaburra 

 

Quem me explica?

 

Para diretor do INEM consta como fator eliminatório na candidatura ao cargo 

 

- Honestidade e Honradez?

 

É que ele são helicópteros para transportar amigos, agora 90 vacinas que "sobraram" para amigos..

 

Pessoas em cargos vitais para a situação em que estamos com dezenas de ambulâncias à porta das urgências, estão "ocupadas" com os amigos.

 

Como diria o meu Pai a situação chegou a tal caos que estamos entregues à bicharada.

28.01.21

Caldas da Rainha @ Qual a origem do nome?

Miluem

Parque_D_CarlosI_30691933_BINARY_GI25012018Orlando

Na fotografia: Parque D. Carlos I. - Fotografia: Orlando Almeida/GI

 
 
Origem das Caldas da Rainha
 
 
 
 
O topónimo prende-se com a origem da povoação.
 
Caldas provém, de cal(i)dae em latim, (quentes) aquae (águas).
 
E a rainha é D. Leonor, mulher de D. João II.
 
Diz a história que vindo ela de Óbidos para a Batalha no Verão de 1484, ao passar pelo sítio da Copa, reparou num grupo de plebeus que se banhavam, pudicamente como era uso, na época em águas quentes e enlameadas.
 
Intrigada, ordenou que parassem a carruagem e indagou sobre o motivo de tal aglomerado de banhistas.
 
São águas milagrosas, esclareceram-na.
 
 
E a rainha, que além de piedosa sofria de uma terrível doença de pele, quis também ela experimentar o milagre das águas.
 
 
Conta a lenda que ficou curada, razão por que um ano depois mandou construir no local um edifício com fins terapêuticos.
 
 
E assim nasciam as Caldas da Rainha.
 
 
 

 

28.01.21

Goa - Índia

Biblioteca Nacional Digital

Miluem

capa

Portugal - Goa : estátua de Camões em Velha Goa

capa

Portugal - Goa : «uma »vista panorâmica

capa

Portugal - Goa : «um »trecho do parque infantil Dr. Oliveira Salazar

capa

Portugal - Goa : avenida do Brasil

 

https://purl.pt/31480

https://purl.pt/31461

https://purl.pt/31460

https://purl.pt/31469

 

Para ver as imagens de cópia pública:

 - clicar nas imagens

ou

- clicar nos links acima

27.01.21

Alenquer @ Lendas de Portugal - Boi Marciano

Miluem

IMG_20191101_194047.jpg
Boi Marciano

 

Lendas Segundo Guilherme João Carlos Henriques

 

No centro da povoação está o templo magestoso erigido em honra de Nossa Senhora da Piedade, objecto de um fervoso culto durante 500 annos.

 

alenquer_spedro_sfrancisco.jpg

Foto: http://www.cm-alenquer.pt

 

Conta a tradição que em 1305 um pastor de Aldeia Gallega, pastando seus bois nas charnecas visinhas, notou que todas as tardes a certa hora lhe faltava um boi da manada chamado marciano tomando mais tarde a apparecer.

 

Admirado do caso espreitou o animal e seguindo-lhe o rasto, foi acha-lo ajoelhado aos pés de um carvalheiro e entre a folhagem da árvore via-se uma imagem pequenina de Nossa Senhora.

 

O pastor appressou-se em avisar o prior de Aldeia Gallega e elle com os habitantes foram buscar a imagem, e a trouxeram para a egreja parochial.

 

Na mesma noite a imagem desappareceu e foram acha-la novamente no carvalheiro.

 

Entenderam que a Senhora assim queria mostrar desejos de estar para sempre n'aquele sitio e por isso lhe fizeram uma ermida alli mesmo, que logo se tornou muito concorrida pela fama dos milagres que por intervenção da Senhora se faziam.
    


O pastor que descobriu a imagem dedicou-se ao serviço da Senhora, servindo de ermitão da mesma ermida, e quando falleceu foi enterrado debaixo do altar d'ella.

 

Nos annos posteriores os devotos vinham colher terra da sua sepultura para curar os padecimentos que os afligia.

 

 

http://www.cm-alenquer.pt/CustomPages/ShowPage.aspx?pageid=c9aa5396-4e0f-4401-b5f4-f4648c57298c