Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As coisas de que eu gosto! e as outras...

Bem-vind' ao meu espaço! Sou uma colectora de momentos e saberes.

As coisas de que eu gosto! e as outras...

05.12.20

# À moda de Lá # nikolauskuchen - Bolo de S. Nicolau

Bolo de Receita alemã de Natal @ Eurocid

Miluem

unnamed.jpg

Bolo de S. Nicolau

 

  • 20g de manteiga
  • 300g de farinha
  • 3 colheres de chá com fermento
  • 150g de amêndoa moída
  • 4 colheres de sopa de casca de limão cristalizada (ou passada por açúcar numa frigideira em lume brando)
  • 3 colheres de sopa com cacau
  • 250g de mel
  • 2 colheres de chá com canela em pó
  • 2 colheres de chá com essência de baunilha
  • 2 colheres de chá de raspa de limão
  • 1 colher de chá de essência de amêndoa
  • 12 colheres de sopa de água

 

Modo de preparação
 
Misturam-se numa tigela a farinha, o fermento, as amêndoas, a casca de limão cristalizada, o cacau, a baunilha, a raspa de limão e a essência de amêndoa.
 
Numa frigideira à parte mistura-se o açúcar, o mel e a água mexendo bem para não deixar queimar.
 
Ferve 5 minutos e depois juntam-se os restantes ingredientes, utilizando uma colher de pau.
 
Unta-se um tabuleiro com manteiga, polvilha-se com farinha e deita-se a massa lá dentro.
 
Vai ao forno durante 20 minutos.
 
Retira-se então para salpicar com amêndoas e coze mais 5 minutos.
 
Quando ficar pronto, cobre-se com geleia de amêndoa e corta-se aos quadrados.

 

Fonte: Eurocid - República Portuguesa - Negócios Estrangeiros

05.12.20

Colmeias, Leiria @ Lendas de Portugal - A moeda de prata

Miluem

moedas.png

 

A moeda de prata

 


Era uma vez… estava-se a 14 de Outubro do ano da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo de 1605.

 

Ali para os lados de São Silvestre, da freguesia de Colmeias, vivia um velhinho, chamado Henrique Dias, com sua filha, uma moça casadoira, que se sentia muito doente.

 

Volta e meia começava ela a rebolar-se no chão, com muitas dores.

 

Naquele dia, já o sol era nado, teve um ataque que a fez estrebuchar longamente, pois tinha, como dizia o povo, o diabo no corpo.

 

Alguns vizinhos, condoídos da triste sorte da rapariga, que viam tão dorida e lacrimosa, levaram-na à igreja para que Nossa Senhora da Pena lhe valesse.

 

Era a hora da Santa Missa e a igreja estava cheia de fiéis.

 

A moça foi levada até próximo do altar e, olhando para a imagem de Nossa Senhora, logo teve um afrontamento e quando estava quase a desmaiar teve um vómito mais violento e expeliu, pela boca, uma moeda de prata, de vintém.

 

A rapariga de pronto se endireitou e sentindo-se curada rezou a Nossa Senhora com tanta devoção como até então nunca fizera.

 


Source: CABRAL, João
Anais do Município de Leiria, Vol. III Leiria, Câmara Municipal de Leiria, 1993 , p.227
Place of collection: Colmeias, LEIRIA, LEIRIA, Narrative - When: XX Century, 90s - Belief: Unsure / Uncommitted

CeAO - Centro de Estudos Ataíde Oliveira

Foto: Google.