Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As coisas de que eu gosto! e as outras...

Bem Vind' ao meu espaço! Sou uma colectora de momentos e saberes.

As coisas de que eu gosto! e as outras...

07.06.20

Bolinhos de batata-doce com atum

Miluem

Foto e receita parecida

https://lifestyle.sapo.pt/sabores/receitas/bolinhas-de-atum-e-batata-doce

 

Ingredientes:

• 300 grs. de batata doce
• 1 lata de atum ao natural
• 1/2 cebola pequena picada
• 1 colher de sopa de salsa picada
• 1 gema de ovo
• 2 colheres de flocos de aveia
• sal q.b.
• sementes de sésamo q.b.

 

Preparação:

Cozer a batata-doce cortada em bocados pequenos com sal.

 

Depois de cozida retirar um bocadinho do caldo, não vá ser preciso, escorrer o resto esmagar as batatas com o esmagador ou o velhinho passe-vite.


Numa tigela juntar bem todos os ingredientes (menos as sementes de sésamo), não esquecer de desfazer o atum para ficar bem distribuído.


Fazer umas bolinhas do preparado, para isso, molhar as mãos em água, para a mistura não se agarrar às mãos.

 

Envolver na sementes de sésamo e por em tabuleiros de ir ao forno forrados com papel vegetal untado com um bocadinho de azeite, óleo de sésamo, óleo de coco, o que preferir.

 

O forno deve estar pré-aquecido a 200°, deixe cozer cerca de 20 minutos.

 

 

Copiei esta receita já há algum tempo, não me lembro de onde, porque ela é boa como está, mas também é ótima para fazer aproveitamentos.


As batatas, porque não misturar batatas doces e normais cozidas e assadas de outras refeições e fazer o puré?

Em vez de atum, usar peixe cozido ou assado que também sobrou.

Substituir a salsa por coentros.

 

 

06.06.20

Olha que te estou a ver!

Miluem

IMG_20200605_000648.jpg

Passei, vi flores e parei, quando olhei estava esta fofinha (penso que é uma menina pelas formas delicadas) com ar de dona da casa a ver quem era o emplastro que lhe estava a cheirar as flores.

 

Olhou, alsou a cauda e foi-se embora.

 

Estava eu a apreciar as Belas-Emílias quando no meio do arbusto, no escuro vi um verde brilhante, eram os olhos dela, estava lá a obervar-me.

 

05.06.20

Arcozelo @ Lendas de Portugal - Lenda do Rio do Espírito Santo

Miluem

Rib-Esp-Santo-D.jpg

Foto:

 http://registo-imagens.blogspot.com/2010/06/ribeira-do-espirito-santo.html?m=1

 

Lenda do Rio do Espírito Santo

 

    A freguesia de Arcozelo é atravessada por um riacho a que chamam Rio do Espírito Santo.

 

     Segundo a tradição as águas desse Rio têm o privilégio de curar o bichoco ou bostelha, um mal que se caracteriza por feridas persistentes, cuja cura não é fácil.

 

     E dizem as crenças populares que todo o doente desse mal que se banhe nessas águas ficará curado.

 

     A fama das águas daquele rio teve, no passado, o condão de atrair muita gente doutras paragens que lá ia em busca de tratamento para as suas mazelas de bostelha.

 

     A anotada prerrogativa diz-se ter advindo do facto de passar ali junto do riacho um bispo dotado de poderes extraordinários que abençoou as suas águas e lhes conferiu esse dom curativo.

 

 

Fonte Biblio:  VALLE, Carlos Revista de Etnografia 26, Tradições Populares de Vila Nova de Gaia - Narrações Lendárias Porto, Junta Distrital do Porto, 1969 , p.422

Place of Collection: Arcozelo, VILA NOVA DE GAIA, PORTO

Narrativa – When: XX Century, 60s – Crença: Unsure / Uncommitted

CeAO Centro de estudos Ataíde Oliveira