Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

As coisas que eu gosto! E as outras...

Este é o meu espaço, nele partilho as minhas fotos amadoras, as coisas que aprendi e vou aprendendo.

As coisas que eu gosto! E as outras...

Este é o meu espaço, nele partilho as minhas fotos amadoras, as coisas que aprendi e vou aprendendo.

09
Jun19

Cavalinha

Miluem

IMG_20190608_181218_HDR.jpg

A Erva Cavalinha é outra planta comum nos nossos campos desde sempre usada para as infeções urinárias por causa das suas propriedades diuréticas.

 

São-lhe atribuídas muitas outras propriedades, mas só falo desta porque é aquela que posso comprovar.

 

IMG_20190609_100906.jpg

É vendida em supermercados e ervanarias já seca e embalada.

 

Se a vai colher, muita atenção ao local onde a apanha.

 

Tem que estar longe de estradas e de campos cultivados.

 

Como todas as plantas que se colhem deve ser seca em local escuro e arejado.

P_20190608_181702_SRES.jpg

 

 

Notas muito importantes:

 

Quem toma medicamentos regularmente., tem que ter cuidado com os chás homeopáticos, pois podem provocar interações medicamentosas.

Deve por isso consultar o seu médico de família ou farmacêutico antes de os tomar.

 

 

09
Jun19

Divagando - Tico e Teco à mesa do café

Miluem

IMG_20190609_092606.jpg

 

Hoje vou tentar divagar sobre a Intolerância que a sociedade continua a demonstrar para com quem está fora, por uma margem grandita, do que é considerado “Ideal de Beleza”.


Ideal esse que foi fabricado pelo marketing de grandes empresas que se uniram para criar um “Mega-Mercado” de Produtos e Serviços que incutem a ideia que todos podem ter o “corpo perfeito” (seja lá o que isso fôr).
 

O “perfeito” muda conforme vão mudando os interesses económicos de quem o promove, já foi o famoso 86-60-86.
 

Depois, com o aparecimento e moda dos implantes de silicone nos seios, passou para algo parecido com 120-60-86.
 

Entretanto veio a loucura dos implantes de silicone em glúteos, a avaliar por algumas imagens o “perfeito” deve ir nos 120-60-150 ...
 

Há uma indústria de Turismo criada à volta da Cirurgia Estética, com pacotes de viagem + operação  (em sítios mais que duvidosos) a preços da uva mijona, as pessoas estão a plastificar-se, a criar personagens, se lhe chegam um fósforo, nem quero ver...
 

Este mercado está assegurado e em franca expansão, por isso é preciso procurar outro/s.
 

O Marketing das grandes empresas, começou então a reparar na atenção que Salma Hayek, Sofia Vergara, Eva Mendes, Ashley Graham e Tess Holiday e outras atrizes Latinas e as modelos plus size com as suas curvas despertavam, não só nos homens, mas nas mulheres mais “cheiinhas”, que não se reviam nas modelos (a maior parte delas tamanho xxs) e nas roupas que até aí a Indústria da moda lhes apresentava como sendo o look perfeito e único para a mulher elegante.
 

Para a Indústria de Moda escancararam-se as portas de um mercado com poder de compra que até então negligenciou.
 

Como em Marketing tudo tem um nome e um público alvo, surge a “Mulher Real”.
 
 

“Mulher Real” que nos spots publicitários e revistas, surge tão forte como produto que está a vender, tal a avidez pela conquista do mercado...
 

Mas vou voltar ao meu assunto (corpos considerados menos perfeitos ou fora dos padrões
estabelecidos), depois de uns apartes e de uns pontapés na gramática!


Todos estes avanços são lindos nos media, mas na "vida real" quem é mais redondinho, sabe que a mentalidade de muita gente ficou presa algures na Idade Média, ou quiçá ainda antes, existe inclusivé uma fobia chamada "gordofobia".


Se para muitas pessoas passar na rua por um gordo/magro, alto/baixo, verde/amarelo é indiferente, ainda há outras que parece que o resto do dia não lhes corre bem se não disserem a piadinha de mau gosto do costume,
 

- coitada/o tão gorda/o,
- é bonitinha/o de cara, mas olha para aquelas...
- ao que as pessoas se deixam deixar...
- tão gorda/o e ainda está a comer...
 

Já é tempo de respeitarmos os outros como gostamos de ser respeitados.
 

- Há quem tenha excesso de peso por opção própria, porque tem direito de o fazer.
 (Não estou a analisar o fator saúde esses é outro assunto, é muito sério e a pessoa deve ponderar bem a sua decisão em conjunto com o seu médico assistente.)
 

- Há quem tenha excesso de peso devido a variadíssimos fatores e sofra muito com isso.
Sofrimento físico e psicológico, que leva ao isolamento, medos e depressões profundas e suicídio.
Quanto mais deprimidas e isoladas as pessoas estão, mais comem, logo mais engordam, torna-se um ciclo difícil de quebrar.
 

Existem grupos de apoio, para todo os tipo de casos/problemas, mas nem todas as pessoas são iguais.
 

Os cavalos selvagens gostam de cavalgar em cavalaria, os tigres são solitários...


Somos todos diferentes... e depois???
 

Se o mundo fosse todo cor de burro quando foge no seu tom mais escuro, olhem o dinheiro que a gente gastava em luz!!!!!!!